SERMÃO DA MONTANHA

 


Amai-vos uns aos outros e meu Pai vos amará. 
Pedi a Deus o que vos faça falta e não deixeis jamais titubear vossa confiança. 
Aproximai-vos ao que sofre e não lhe digais que merece seus sofrimentos, 
procurai, pelo contrário, aliviá-lo. 
A verdadeira caridade não olha para o passado,
fixando-se tão somente no presente.
Fechai vossa alma à tristeza e por maior que seja o rigor de vossos inimigos,
pensai na recompensa que se vos há prometido se fordes pacientes e misericordiosos. 
A terra é um lugar de desterro para os que tem direito a uma posição melhor, 
a Terra é um lugar de purificação para a maior parte, 
mas todos devem ajudar-se para reconhecer o patrocínio da fraternidade
e o princípio do amor universal.


A liberdade de muitos tem lugar mediante o amor,
o egoísta será castigado e muito se perdoará ao que muito tenha amado. 
Honrai a virtude, desmascarai o vício, mas perdoai aos que vos tenha ofendido,
para que a vós também seja perdoado na vida futura. 
Não invejeis o lugar de honra. 
Os primeiros serão os últimos e os últimos os primeiros, 
na casa de meu pai quem quer que se exalte será humilhado 
e somente o humilde será glorificado. 
Ide à casa do pobre e abraçai-o como a vosso irmão. 
Desdenhai as distinções das riquezas e mostrai-vos superiores à má fortuna.


Diminuí-vos para fazer sobressair aos outros, 
porém não imiteis aos hipócritas 
que andam atrás dos elogios com as aparências de modéstia. 
Felizes os que choram por causa de injustiças dos homens, 
porque a justiça de Deus os fará resplandecer.
Felizes os que desejam a vida eterna, 
porque ela os iluminará desde já. 
Felizes os que têm fome e sede porque eles serão saciados. 
Felizes os que compreendem e praticam a palavra de Deus.


Aprendei, amigos meus, a suportar a adversidade com coragem. 
Deus é a fonte das alegrias da alma 
e a alma eleva-se com as privações dos bens temporais, 
buscando os dons de Deus com o desprendimento das ambições terrestres. 
Facilitai os dons de Deus com o desprendimento 
das ambições e orai com um coração devorado pelos desejos espirituais. 
Vosso Pai que está nos céus, encontra-se também entre vós,
ouve essa oração e acolherá vosso pedido
se ele estiver de acordo com o que deveis 
a Deus e aos homens. 

Eu vos digo: não cai um cabelo de vossas cabeças sem a votade do Pai Celestial 
e a Divina Providência que alimenta as aves, jamais vos abadonará, se tiverdes fé e amor.

Repito-vos outra vez. 
O poder de Deus manifesta-se nas menores coisas, 
como também nas maiores, 
e seu olhar penetra vosso pensamento 
no mesmo instante que percorre a imensidade da Criação. 

A palavra de Deus será espalhada por toda a Terra. 
Os que procuram a encontrarão, 
porque a Terra está destinada a progredir por meio da palavra de Deus,
à qual todos têm direito. 
Ide pois, meus fiéis, dirigí-vos à erva em flor. 
Apascentai minhas ovelhas. 
A erva tornará a florescer eternamente, portanto a lei de Deus diz que o espírito é imortal.


A geração presente será a luz para a vindoura. 
Os homens de hoje verão o Reino de Deus,
porque o homem tem de renascer,
e a Terra deve receber ainda a semente da palavra de Deus. 
Honrai minhas demonstrações, 
praticando o que vos digo 
e não me pergunteis coisas que vós não podeis compreender. 

Permanecei presos com firmeza a estes dois mandamentos: 
O Amor para com Deus, o amor para com os homens.

Nisto se encerra toda a lei e todos os profetas." 

(Conjunto de citações do Sermão da montanha - A vida de Jesus ditada por ele mesmo, - 3º Edição brasileira, 1955)