A RELIGIÃO DA BELEZA

Afrodite era a Deusa Grega do amor, da beleza, da sensualidade, do erotismo, da fertilidade sexual, e pode ser chamada de Vênus na mitologia Romana, ela é dotada de uma beleza divina, com o corpo escultural e esbelto, e os longos cachos loiros e ruivos, alem de algumas vezes aparecer morena, seus principais símbolos são a Pomba e os Seios.

Fonte : misteriosfantasticos.blogspot



A Religião da Beleza



Saudações de Amor e Luz, Família Cósmica !

Nao tenho rompantes de vaidade e tenho até uma certo jeito tímido de tentar melhorar a aparencia. Realmente acho que as pessoas devem gostar de mim (ou uma das outras) independente do corretivo facil, tipo de sombra ou cor do batom. Mas todos sabemos que o belo alegra, atrai e quanto mais beleza melhor as pessoas se sentem ao contemplar. Elas abrem o coracao diante do belo. Quanto mais bela uma pessoa é, mais as pessoas gostam de atende-la. Nao há muito mérito em se conseguir algo por ser belo. Näo houve esforco. Ser belo é um dom a ser usado corretamente ...
Adoro quando alguém diz para mim "te acho mais bonita agora do que quando te conheci". Näo é bom ? Sinal de que, provavelmente, ela gosta da pessoa que ve. Ela agora enxerga de outra forma o quadro que eu sou. Com os detalhes , o quadro parece ter ficado mais interessante - e isso é bom. Adoro quando isso também acontece no outro sentido e eu passo a ver alguém mais belo.
Pois bem , tenho visitado lugares lindos, paisagens naturais exuberantes, onde a mäe Natureza mostra seus atributos em cores e formas, flores, árvores, rios, animais, ... foi aí que me dei conta da importancia da beleza, que sempre tentei colocar como algo näo täo importante assim. Nunca descuidei completamente, mas nunca esteve na minha lista de prioridades.
A vaidade feminina talvez faca parte de algum plano da Mäe Natureza destinado às mulheres, de manter o mundo belo (e näo mais futil). Que possamos entäo sermos cada vez mais belas, de fora para dentro e de dentro para fora, através de belas acoes, pensamentos e sentimentos... e escolhas. 

Bj na Alma
Alessandra


A Religião da Beleza

(fonte : Grupo SerAtento)

A Percepção Da Beleza É
Uma Luz Interna Do Coração


*Kahlil Gibran*

Beleza é aquilo que atrai a sua alma, e aquilo que gosta de doar, ao invés de receber.

Quando você encontra a beleza, as mãos do seu ser interior se estendem para
trazê-la até o domínio do seu coração.

Ela é um esplendor combinado com o sofrimento e a felicidade; é o Invisível
que você vê, é o Vago que você compreende, e o Mudo que você ouve -; é o
princípio supremo que começa em você e termina muito além da sua imaginação
terrestre.

Você está confuso diante das muitas religiões que a humanidade adota? Está
perdido no vale das crenças que contradizem umas às outras? Pensa que a
liberdade da heresia é menos opressiva que o jogo da submissão, e a
liberdade da discordância, mais segura que a fortaleza da concórdia?

Se este for o caso, faça da Beleza a sua religião e adore-a como uma
Divindade; porque ela é a obra visível, manifestada e perfeita de Deus.
*[1]*

Deixe de lado aqueles que vivem falsamente a devoção religiosa, incluindo
em suas práticas a cobiça e a arrogância, mas creia na divindade da beleza,
e isso constituirá ao mesmo tempo o começo da sua adoração pela Vida e a
fonte da sua fome de Felicidade.

Pratique penitências e austeridades como uma homenagem à Beleza e
purifique-se de seus erros, porque a Beleza coloca o seu coração mais perto
do trono da mulher, que é espelho dos seus afetos e uma fonte de lições
sobre os caminhos da Natureza, o lar da vida.

Só os nossos espíritos podem entender a beleza ou viver e crescer com ela.
A beleza deixa perplexas as nossas mentes. Somos incapazes de descrevê-la
em palavras. Ela é uma sensação que nossos olhos não podem ver, derivada
tanto do ser que vê como do ser que é visto. A verdadeira beleza é um raio
que emana do nível supremo do espírito e ilumina o corpo, assim como a vida
surge das profundezas da terra e dá cores e perfume à flor.

A Beleza é uma harmonia entre dor e contentamento, que começa no templo
interno do coração e termina além do alcance da capacidade de imaginar.

A beleza não está no rosto;
A beleza é uma luz no coração. *[2]*

A aparência das coisas muda conforme as emoções, e por isso vemos magia e
Beleza nelas, quando na verdade a magia e a Beleza estão em nós próprios.

O propósito do espírito no
Coração está oculto, e não pode
Ser julgado pela aparência externa.

NOTAS:

*[1]* Na página 97 do livro “A Third Treasury of Kahlil Gibran”, o autor
pergunta a si mesmo: “Será verdade que Deus criou o Homem, ou foi o
contrário?” De fato, a teosofia reconhece que os deuses monoteístas das
diferentes seitas e igrejas são desastrosas criações humanas. O conceito é
uma fonte ativa de intolerância, conflito e fanatismo. Por outro lado, a
palavra “Deus” também pode simbolizar o nosso próprio eu superior, ou a Lei
do Equilíbrio Universal, que age impessoalmente. (CCA)

*[2]* Os parágrafos acima são traduzidos da obra “A Third Treasury of
Kahlil Gibran”, editada por Andrew Dib Sherfan, The Citadel Press,
Secaucus, New Jersey, Estados Unidos, 1975, pp. 99-100. As linhas a seguir
são traduzidas da página 97. (CCA)

0000

Veja também o artigo “*A Beleza da Verdade Abstrata*”, de Carlos Cardoso
Aveline. O texto pode ser encontrado em nossos websites associados.

0000000000

Sobre o mistério do despertar individual para a sabedoria do universo, leia
a edição luso-brasileira de “*Luz no Caminho*”, de M. C.

Com tradução, prólogo e notas de Carlos Cardoso Aveline, a obra tem sete
capítulos, 85 páginas, e foi publicada em 2014 por “*The Aquarian
Theosophist*”.


Por Alessandra Sanan

Fonte:http://portalarcoiris.ning.com/group/sagradofeminino/forum/topic/show?id=2899738